Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10419/124824
Authors: 
Gomes, Ana Paula
Duarte, Edivânia
Dias, Elisson
Fonseca, Karla
Galvão, Marília
Year of Publication: 
2015
Series/Report no.: 
55th Congress of the European Regional Science Association: "World Renaissance: Changing roles for people and places", 25-28 August 2015, Lisbon, Portugal
Abstract: 
Uma estratégia que alguns municípios de Minas Gerais têm adotado para promover o desenvolvimento em comunidades rurais mediante incentivo ao turismo é o festival de gastronomia. Especificamente no município de Muriaé, um grande fomentador do turismo local tem sido o evento ?Gastronomia na Serra?, realizado em um pequeno distrito, tipicamente rural. A ideia é buscar a valorização da identidade da culinária local, somando um novo atrativo ao roteiro turístico da cidade, e proporcionar oportunidades para o desenvolvimento da comunidade. Para identificar a percepção do público sobre o festival, bem como a importância do evento como gerador de renda para a população local, foram aplicados 100 questionários aos visitantes, donos de restaurantes e moradores da comunidade. O objetivo foi verificar se o evento reúne as condições necessárias para que tenha continuidade nos próximos anos, tanto em termos de criação de turismo quanto no auxílio à comunidade envolvida. Entre os principais resultados encontrados, verificou-se que a idade média dos frequentadores do festival é de 33 anos de idade, sendo que aproximadamente 50% dos entrevistados possuem curso superior. Esses números evidenciam um perfil diferenciado de público, com destaque para pessoas relativamente mais velhas e com bom nível de escolaridade. Para os organizadores do festival, esse é o público que se busca nesse tipo de evento, pois, além de mais exigentes, são também as pessoas que mais despendem na aquisição dos produtos oferecidos. Por outro lado, exige maior capacidade de organização, visando proporcionar uma experiência satisfatória para esse público diferenciado. O investimento do município obteve resultados significativos. Considerando apenas as pessoas com idade superior a 30 anos, a grande maioria (92,1%) ficou satisfeito ou muito satisfeito com o festival, sendo que 97% afirmaram que pretendem participar novamente no próximo ano. Isso significa que há público para este tipo de evento nas comunidades rurais da região. Em relação ao ponto de vista da comunidade envolvida, os donos de estabelecimentos entrevistados afirmaram que o evento contribuiu substancialmente no aumento da renda familiar, devido às dificuldades típicas dos pequenos produtores rurais, além do fato de ser uma região pobre e com poucas alternativas econômicas. Em síntese, o grande desafio desse tipo de evento é trazer para o local pessoas com disponibilidade de adquirir os produtos típicos oferecidos. Em outras palavras, de nada adianta um evento gastronômico no meio rural se o público não estiver disposto a gastar. Nesse sentido, pode-se dizer que o festival gastronômico conseguiu atingir seu objetivo, trazendo benefícios para todos os envolvidos, tanto na geração de emprego e renda, quanto auxiliando na fixação do homem no campo. Essa é uma alternativa que não exige grande volume de investimento e que deve ser disseminada para outras regiões rurais do país.
Subjects: 
Comunidades rurais
desenvolvimento regional
festival de gastronomia
JEL: 
J46
D10
Document Type: 
Conference Paper

Files in This Item:
File
Size





Items in EconStor are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.