Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10419/124573
Authors: 
da Silva Filho, Luís Abel
da Silva, Fábio José Ferreira
de Queiroz, Silvana Nunes
Year of Publication: 
2015
Series/Report no.: 
55th Congress of the European Regional Science Association: "World Renaissance: Changing roles for people and places", 25-28 August 2015, Lisbon, Portugal
Abstract: 
A concentração industrial no Brasil condicionou uma série de investigações acerca de suas causas e consequências em âmbito regional e local. Diante disso, este artigo tem como objetivo analisar a concentração industrial no Nordeste brasileiro, a partir da distribuição espacial da mão de obra formal, adotado como indicador de desempenho das atividades industriais na região. Para tanto, recorre-se a revisão de literatura e, em seguida, utilizam-se métodos de análise regional. Os dados são da Relação Anual de Informações Sociais ? RAIS do Ministério do Trabalho e do Emprego ? MT, para os anos de 1990, 2000 e 2010. A partir do Quociente Locacional (QL) e do Coeficiente de Localização (CL), os resultados mostram que a mão de obra ocupada na indústria nordestina concentra-se em três estados: Bahia, Pernambuco e Ceará. Por sua vez, o Coeficiente de Especialização (Cesp) e o Coeficiente de Reestruturação (Cr), mostraram relativa estabilidade na estrutura produtiva em todos os estados da região Nordeste, sem grandes variações ao longo dos anos em estudo. Esses resultados apontam para a ineficiência da tentativa de desconcentração da atividade industrial, permanecendo a fragmentação econômica de uma região periférica.
Subjects: 
Economia regional
Nordeste
métodos de análise regional
Document Type: 
Conference Paper

Files in This Item:
File
Size





Items in EconStor are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.